Ciência & Tecnologia

Estudante da FCTUC vence prémio internacional de estudantes na área da Engenharia Mecânica

Cedida

Tese de mestrado do vencedor consiste no aprimoramento de máscara de proteção individual. Aluno vai marcar presença em competição mundial no próximo mês de junho, em Seoul. Por Luísa Malva

João Mota, estudante de mestrado da Faculdade de Ciências e de Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), venceu um prémio internacional pela tese realizada no âmbito do curso de Engenharia Mecânica. O aluno, que é também investigador da Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial, venceu a competição europeia de estudantes da REHVA, uma empresa que se especializa em aquecimento, ventilação e ar condicionado. A competição procura reconhecer estudantes europeus que trabalham em engenharia e realizam teses de mestrado na área de especialização da empresa.

A tese do estudante da FCTUC insere-se num projeto intitulado VV4MC, no qual a Faculdade de Medicina da UC está inserida, e que consiste no aprimoramento de equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde. “O programa desenvolveu uma máscara que apresenta uma tecnologia de cortina de ar para fazer a vedação da zona respiratória do utilizador e oferecer mais conforto e proteção”, explica.

O trabalho académico de João Mota consiste na redução do ruído que o sistema aerodinâmico da máscara causa na zona dos ouvidos, e que “poderia provocar dano auditivo, caso não fosse corrigido”. Desta forma, o vencedor do concurso realizou, para a tese de mestrado, a redução desse barulho através de “mecanismos inovadores”, ilustra o estudante. Acrescenta que a avaliação do concurso consistiu na elaboração de um artigo científico e de uma apresentação oral. Considera que o elemento expositivo era “importante” e que se destacou na vertente de avaliação referida. Na sequência da vitória de João Mota, o estudante recebeu uma taça com o seu nome gravado e um prémio monetário.

A primeira experiência de investigação de João Mota foi o projeto VV4MC. O aluno descreve a sua participação como “uma excelente experiência”. Acrescenta, que, além do rigor científico que caracteriza o programa, “a vertente humana e a partilha de ideias entre pessoas é a parte mais bonita da colaboração”. O estudante foi selecionado para participar na fase seguinte do concurso da REHVA.

Já no mês de junho, João Mota vai representar a Europa numa competição mundial realizada em Seoul, na Coreia do Sul. O estudante vai competir com diversos candidatos, que são vencedores de outras partes do globo, desde os Estados Unidos da América até ao Japão. A viagem para a competição na Coreia do Sul ficou assegurada pela REHVA.

To Top