Desporto

Catarina Costa garante presença nos Jogos Olímpicos de Paris 2024

Cedida por Catarina Costa

Atleta afirma-se cabeça de série ao conquistar 5º lugar nos Mundiais de Judo. Objetivo é melhorar resultado obtido em Tóquio. Por Inês Reis

Catarina Costa, atleta da Secção de Judo da Associação Académica de Coimbra (AAC), conquistou a quinta posição na categoria de -48kg dos Mundiais de Judo que decorrem entre 19 e 24 de maio, em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos. Ao ser a última competição antes dos Jogos Olímpicos de Paris 2024, o resultado alcançado garante o apuramento da judoca para este evento desportivo. Em cinco combates, Catarina Costa apenas perdeu nos quartos de final e na luta pela medalha de bronze, que acabou por ser conquistada pela sueca Tara Babulfath.

Ainda que não tenha conseguido chegar ao pódio, a atleta soma 720 pontos na qualificação, o que consolida a sua presença olímpica enquanto cabeça de série. Para a judoca, esta posição permite “disputar a competição de forma mais segura e, portanto, chegar mais longe”. Neste sentido, considera que o facto de se ter conseguido “expressar bem no tapete” lhe permitiu “ter vitórias importantes”.

Catarina Costa reconhece que teve uma “boa oportunidade” para conquistar uma medalha, o que a deixou “desiludida” com o resultado. No entanto, o sentimento “agridoce” que a dominou no dia dos combates deu lugar a uma visão mais otimista: “apesar de tudo, saio bastante satisfeita por ter avançado na competição”.

Como dificuldades, a atleta da AAC lembra as lesões dos últimos meses e a respetiva recuperação, que afetaram a sua forma física. Aponta também “a falta de tempo de treino” como razão para a superioridade da sua adversária na disputa. “Ainda estou a encontrar o meu caminho entre as melhores e a perceber onde tenho de evoluir”, reitera.

O objetivo da judoca para os Jogos Olímpicos de Paris 2024 é, sobretudo, “melhorar o resultado” obtido em Tóquio, em 2020, quando alcançou a quinta posição. Catarina Costa sublinha que ser cabeça de série lhe deu “mais motivação para a fase final de preparação”. Garante ainda que pretende dedicar-se aos treinos, de modo a estar na “melhor forma física possível” para a competição olímpica, que vai ter lugar entre 26 de julho e 11 de agosto.

To Top