Ensino Superior

Suspeita de irregularidade nas eleições para o CF/AAC e CD/AAC

Arquivo

Inversão de palavras nos ‘slogans’ levanta dúvidas de violação dos Estatutos da AAC. Comissão Eleitoral avalia situação em reunião extraordinária. Por Alexandra Guimarães.

As eleições para o Conselho Fiscal (CF/AAC) e para a Comissão Disciplinar da Associação Académica de Coimbra (CD/AAC) ficaram marcadas pelo levantamento de suspeitas de associação entre as listas apresentadas para o segundo contingente. A “Lista A – Disciplina em Andamento” candidata-se ao CF/AAC e a “Lista D – Andamento com a Disciplina” à CD/AAC, tendo ambas como mandatário Vítor Sanfins.

Segundo os artigos 189º, ponto 1, e 194º, ponto 1, dos Estatutos da AAC, as candidaturas aos dois Órgãos Centrais devem ser apresentadas “de forma autónoma”, na medida em que estes são independentes um do outro. O documento esclarece ainda que não pode “de forma alguma revelar-se associação entre listas em função de letra identificativa, ‘slogan’, publicidade de campanha, ou qualquer outro meio”.

Já a presidente da Comissão Eleitoral, Carolina Rama, garante que “não há nenhuma associação” e que, em momento algum, considerou que os Estatutos estavam a ser violados. “Uma inversão de palavras não significa que as candidaturas estejam relacionadas”, clarifica. Ainda assim, a dirigente assegura que o assunto foi tratado “a partir do momento em que se levantou a preocupação”.

Carolina Rama conta que a Comissão Eleitoral agendou uma reunião extraordinária para a tarde do dia de hoje, que vai contar com a presença do CF/AAC, do mandatário das duas listas e dos candidatos ao primeiro contingente. Após avaliarem a situação, vai ser publicado um comunicado para esclarecer a situação junto da comunidade estudantil.

To Top