Sem categoria

Sem Sé Velha não há Serenata

Ana Filipa Paz

SF/AAC recusa tocar na Serenata Monumental se não se realizar na Sé Velha. PSP com parecer negativo face à proposta. Por Ana Filipa Paz

A Secção de Fado da Associação Académica de Coimbra (SF/AAC) anunciou que se recusa a participar na Serenata Monumental da Queima das Fitas caso esta não se realize na Sé Velha. No Regulamento da Queima das Fitas está prevista a exclusividade de atuação na Serenata para grupos académicos, pelo que sem o aval da secção a serenata não se realiza.

Na noite de 24 de Abril, nas Comemorações Populares do Ateneu de Coimbra, o presidente da SF/AAC, Diogo Ferreira, apresentou aos presentes a decisão dos seccionistas. Face ao parecer negativo da Polícia de Segurança Pública (PSP), a SF/AAC juntou-se ao Magnum Consilium Veteranorum (MCV) para a realização de uma auscultação pública de forma a sondar a opinião da comunidade estudantil.

Antes que fosse possível fazê-lo, a SF/AAC apresentou aquilo que se pode considerar um ultimato: sem Sé Velha não há Serenata. Desvirtuamento da tradição e importância histórica são principais argumentos da reivindicação.

Do outro lado, a realização de um recinto fechado com a sobrelotação de 4125 pessoas e a falta de segurança são apontados como entraves à realização da serenata na Sé Velha.

To Top