Ensino Superior

Prémio Literário Manuel Alegre: um incentivo à escrita universitária

Luísa Malva

Iniciativa conta com parceria de secções culturais da AAC. Manuel Alegre, Alberto Martins e Clara Rocha encabeçam júri do concurso. Por Luísa Malva

A Direção-Geral da Associação Académica de Coimbra (DG/AAC) abre as inscrições para a 4ª edição do Prémio Literário Manuel Alegre. A submissão vai estar aberta entre o dia 1 de março e 1 de maio. Qualquer estudante do Ensino Superior português pode-se candidatar através da redação de um conto de 15 mil a 30 mil caracteres. A mesa de júris do prémio literário vai contar com o intitulado do concurso, Manuel Alegre. O vencedor, além de ver o seu conto editado e publicado num livro impresso, vai receber 2 mil euros.

Francisco Flor, vogal da Política Cultural da DG/AAC, estabelece que “mesa de júri desta edição já se apresenta definida”. A 4ª edição conta com a participação de personalidades já presentes em anteriores edições do concurso. Alberto Martins, presidente da DG/AAC em 1969, Clara Rocha, filha de Miguel Torga e antiga dirigente da DG/AAC e Manuel Alegre são alguns dos nomes “incontornáveis” da Academia presentes no júri, segundo o vogal. A iniciativa vai contar também com José Manuel Mendes, presidente da Sociedade Portuguesa de Escritores e Guilherme Oliveira Martins, dirigente da Fundação Calouste Gulbenkian.

O concurso literário vai se dividir em três fases, explica Francisco Flor. “A primeira visa a pré-seleção de todos os textos recebidos de modo a selecionar 15 contos”, explica. A fase de seleção vai contar com parceiros da AAC, nomeadamente a Secção de Jornalismo, a Rádio Universidade de Coimbra, a tvAAC e a Secção de Escrita e Leitura. De seguida, os textos selecionados vão ser enviados ao júri do concurso que procede na escolha do vencedor e de quatro menções honrosas.

Para André Ribeiro, vice-presidente pelo Pelouro de Cultura da DG/AAC, o prémio Manuel Alegre “é uma homenagem viva a um escritor de relevo”. Já para Francisco Flor, a 4ª edição pretende realçar o papel das mensagens com teor político presentes na escrita de Manuel Alegre. A iniciativa vai contar com a parceria do Jornal de Notícias que vai capacitar a publicitação do concurso a nível nacional.

To Top