Cultura

Cooperativa Bonifrates comemora Mário Cesariny no Dia Mundial da Poesia

Tiago Mota

Organização realiza peça que envolve público nos lugares frequentados pelo poeta. Alunos do DEI/UC contribuem com criação de paisagens sonoras. Por Pedro Cruz

No Dia Mundial da Poesia, celebrado a 21 de março, a Cooperativa Bonifrates, com a ajuda do Departamento de Engenharia Informática da Universidade de Coimbra (DEI/UC), vai realizar o espetáculo “Há um sol esplendente nas coisas”. A peça faz parte das comemorações do centenário de nascimento do poeta português Mário Cesariny. A estreia vai ser às 18 horas, no Centro Cultural Penedo da Saudade, e as demais sessões vão ter lugar entre os dias 22 e 24. Em paralelo às apresentações, vai haver uma exposição sonora entre os dias 21 de março e 20 de abril.

O presidente de direção da Cooperativa Bonifrates, João Paulo Janicas, informa que não é a primeira vez que colaboram com o DEI/UC, pois já trabalharam num espetáculo sobre a figura e a viagem de Fernão de Magalhães. “Os alunos do DEI/UC criaram um ambiente sonoro e de vídeo que ajuda a compor a atmosfera dramática para cada um dos momentos e cenas da apresentação”, explica.

Paula Santos, uma das coordenadoras do projeto, refere Mário Cesariny como uma “figura central” no surrealismo português. Nesse sentido, a Cooperativa Bonifrates procurou representar a vivência do autor, não só com a poesia, mas também com algumas das suas componentes enquanto artista plástico. A coordenadora destaca que a organização quer, assim, representar o autor de uma “forma diferente”, para que as pessoas possam experienciar a sua vida com base nas obras e lugares que frequentava. Numa nota final, ressalta que “o surrealismo só funciona se a pessoa o viver” e que, a dada altura do espetáculo, através do uso de “técnicas surrealistas e jogos interativos”, o público vai ser chamado a participar na apresentação.

To Top