Desporto

Basquetebol da UC na segunda fase do campeonato universitário

Cedida por Pedro Garcia

Equipa almeja título de campeões nacionais. Apoio logístico da AAC salientado por representantes. Por Iris Jesus

Nos passados dias 8 e 9 de fevereiro, Coimbra recebeu a segunda jornada concentrada de basquetebol masculino. Nesta competição, a equipa da Universidade de Coimbra (UC) venceu os dois jogos em que participou e foi apurada para a segunda fase do campeonato universitário da modalidade, a última antes da final.

Durante a segunda jornada, a equipa da UC defrontou os grupos do Instituto Politécnico de Beja e do Instituto Politécnico de Castelo Branco. Os dois saíram derrotados contra o grupo da Casa, “com uma diferença de cerca de, respetivamente, 20 e 30 pontos”, revela o capitão da equipa, Afonso Falcão. O jogador confessa que precisaram de “uma grande margem de vitória para chegar ao primeiro lugar”, por apenas terem vencido o segundo jogo na primeira jornada. Apesar disto, as duas vitórias consagradas colocaram a equipa da UC no primeiro lugar do Grupo Sul. 

Afonso Falcão conta que “a passagem para a segunda fase já era esperada” e reconhece a qualidade da equipa, que treinou “intensamente” durante os últimos meses, todas as quartas-feiras. O marco conquistado realça os objetivos do grupo, que, nas palavras do capitão, “não são inalcançáveis”.  Já no que diz respeito à organização do evento desportivo, Afonso Falcão salienta o apoio da Direção-Geral da Associação Académica de Coimbra (DG/AAC), que “atendeu aos pedidos da equipa e forneceu novos equipamentos”.

O evento, organizado pela Federação Académica de Desporto Universitário, contou com o contributo da AAC no planeamento. Os membros do ‘staff’ da Casa “acompanharam a equipa de forma próxima”, explica Pedro Garcia, vogal da política desportiva da DG/AAC. Realça ainda o apoio logístico do vice-presidente do pelouro de desporto da DG/AAC, Diogo Jorge Lopes, e do coordenador do desporto universitário da mesma estrutura, Fábio Pimentel. O dirigente sublinha também o “bom desempenho” da comissão organizadora, que “ajudou ao nível dos campos e do pavilhão do estádio, visando a melhor preparação dos atletas”.

Para a segunda fase do campeonato, que vai decorrer nos dias 5 e 6 de março, os atletas esperam “provas muito desafiantes”, como refere Pedro Garcia. Apesar disso, tanto o dirigente como o capitão de equipa não temem o próximo passo e concordam que o maior objetivo da equipa é conseguir o título de campeões nacionais. O vogal da DG/AAC admite ainda guardar “grandes expectativas para o próximo momento da competição” e apela a toda a comunidade estudantil para “acompanhar o desporto praticado na Universidade”.

To Top