Desporto

Atleta da DN/AAC traz mais uma medalha para Coimbra

Cedida por João Gomes

Destaque no Campeonato Mundial de Remo Indoor dá visibilidade à modalidade. Vitória é “reflexo de um processo de treino e de atletas com bastante potencial”, refere presidente da secção. Por Bruna Fontaine

A medalha de bronze foi conquistada pelo atleta Marcelo Simões, da Secção de Desportos Náuticos da Associação Académica de Coimbra (DN/AAC), no Campeonato Mundial de Remo Indoor. A disputa, que teve lugar nos dias 23 e 24 de fevereiro, na República Checa, permitiu a participação à distância. Além do terceiro lugar, o português André Pinto, trouxe mais uma medalha para o país ao alcançar a primeira posição do pódio da competição.

O presidente da DN/AAC, João Gomes, acredita que uma vitória como esta é o que “faz movimentar a secção para o sucesso desportivo”. Revela ainda que a preparação por parte de Marcelo Simões para a competição passou não só pelo treino contínuo antes do evento, mas também pelo foco.

O novo regime híbrido da modalidade, vigente desde a Covid-19, intercala a participação presencial e ‘online’. João Gomes explica que “permite que os diferentes atletas “participem em sincronia por via eletrónica nos respetivos clubes e países”. Acrescenta que neste modelo competitivo “é possível tanto para os espectadores, como para os atletas ver no monitor, em tempo real, os resultados de cada um e o que se faz na competição”.

O bronze obtido por Marcelo Simões a partir das instalações da DN/AAC é, para o presidente, “o reflexo de um processo de treino e de atletas com bastante potencial que têm conseguido atingir os resultados esperados”. O dirigente destaca outras conquistas de atletas da secção na modalidade de remo: “conseguimos em anos anteriores uma medalha de prata e outra de bronze”. Exalta o significado destas vitórias, uma vez que “ajuda a divulgar às pessoas o trabalho que tem sido feito”. Da mesma forma, reforça que “é provável que Marcelo Simões participe em competições internacionais, taças do mundo e outros campeonatos”.

Além das previsões para o atleta, a DN/AAC vai ser representada em diversas competições.  Já no próximo fim de semana vão disputar o Campeonato Nacional de Fundo em longas distâncias. “Temos algumas provas de dimensão reduzida, como a 41ª edição da Regata Internacional Queima das Fitas, competição com muita tradição, e o Campeonato Nacional de atletas universitários”, salienta o presidente da secção sobre a agenda desportiva.

A vitória deste campeonato coube também a um português, algo que João Gomes exalta: “é sinal de que há trabalho a ser feito a nível nacional, que pode ser representativo nos resultados daqui para a frente”. O desempenho de André Pinto é algo que a DN/AAC acompanhou de perto: “este ano treinou nas nossas instalações com a equipa nacional”. O terceiro lugar de Marcelo Simões serve, segundo o presidente, para “consolidar a abertura da secção, tanto no meio competitivo como para lazer”. Finaliza com um convite aos atletas universitários para experimentarem as modalidades oferecidas pela DN/AAC.

To Top