Cidade

“Pai Natal Solidário” aquece coração de crianças desfavorecidas

Arquivo

Voluntários da iniciativa podem doar presentes a jovens institucionalizados. Inscrições são feitas através de formulário online até 30 de novembro. Por Mariana Gonçalves

 O “Pai Natal Solidário” é uma atividade organizada pelo Leo Clube de Coimbra, que tem como objetivo principal “alegrar o Natal das crianças e jovens carenciados institucionalizados em Coimbra”, como indica o comunicado à imprensa. A presidente da organização sem fins lucrativos, Helena Sofia, explica que “as crianças que estão em casas institucionais não têm acesso a prendas e, na altura natalícia, nem sempre conseguem estar com as famílias”.

A ação solidária surgiu a partir da ideia de “celebrar a festividade junto dos que mais necessitam”, elucida a presidente. Acrescenta ainda que a atuação deste projeto, “cada vez mais divulgado”, não se restringe a Coimbra, atingindo outras cidades, como a Figueira da Foz e Pombal.

Numa primeira fase, as crianças e jovens escrevem cartas com os seus desejos natalícios. Depois de as cartas chegarem ao Leo Clube de Coimbra, estas “vão ser enviadas para os voluntários do projeto”, de forma aleatória, para que estes possam contribuir até à segunda semana de dezembro. Helena Sofia esclarece que cada voluntário pode oferecer a prenda escolhida pela criança ou optar por outra, caso esta não esteja ao seu alcance. Posteriormente, os presentes vão ser entregues às instituições pelos membros da equipa, que não estabelecem “contacto direto com a maior parte das crianças por uma questão de privacidade e de confidencialidade”, refere.

Qualquer pessoa pode voluntariar-se através de um formulário disponível nas redes sociais do Leo Clube de Coimbra, até dia 30 de novembro. Neste momento, a organização já conta com mais de 100 cartas. Contudo, a presidente acredita que é necessário “conseguir atingir um maior número de voluntários”, que até agora são 75. Uma vez que a equipa do Leo Clube de Coimbra é constituída, em grande parte, por jovens, o projeto estabelece parcerias com os núcleos de estudantes da Universidade de Coimbra. Segundo a presidente, os seguidores e membros destas estruturas divulgam a iniciativa e podem inscrever-se como voluntários, o que permite alcançar um maior público-alvo.

O Leo Clube de Coimbra assenta “em vários pilares estratégicos, desde a cultura, o ambiente, a cidadania e a saúde”, menciona Helena Sofia. O “Pai Natal Solidário” insere-se no âmbito cultural, pois um dos seus objetivos é “espalhar esta vertente pelas crianças e pelas instituições”, sublinha.

To Top