Cidade

“Cátedra Sousa Fernandes” destaca a importância dos espaços verdes em Coimbra

Ana Cardoso

ANAI promove educação e informação da comunidade idosa. “O espaço verde é vital para uma cidade”, constata José Ribeiro Ferreira. Por Jéssica Soares

No dia 29 de novembro, a Universidade do Templo Livre (UTL) da Associação Nacional de Apoio a Idosos (ANAI) realizou uma “Cátedra Sousa Fernandes” com enfoque no tema “Espaços Verdes de Coimbra”. Apresentada pelo Doutor Marco Daniel Duarte, historiador e investigador na área da iconografia e iconologia, esta cátedra incidiu sobre o Parque de Santa Cruz, também conhecido por Jardim da Sereia. 

A “Cátedra Sousa Fernandes” conta já com imensas sessões, com uma organização bimensal, coincidindo com a última quarta-feira do mês. É assim nomeado em homenagem a Sousa Fernandes, uma personalidade que “teve um lugar muito significativo na associação”, informa o atual presidente da Assembleia Geral da ANAI, João Ribeiro Ferreira. Este projeto, que explora as mais diversas temáticas, como “história, museus, personalidades importantes, literatura e locais”, é voltado apenas para a cidade de Coimbra, segundo o dirigente.

Com estas apresentações, a UTL promove a educação da população idosa, o que é, na opinião de João Ribeiro Ferreira, “essencial”. “É fundamental para um idoso ter a mente ativa”, afirma o presidente. As cátedras, para além de um carácter informativo e educativo, servem também como uma “chamada de atenção” e um “sublinhar da sua importância” dos tópicos que abordam.

A temática “Espaços Verdes de Coimbra” foi escolhida porque são lugares que servem como uma “espécie de recurso onde a comunidade idosa pode conviver”. Além disso, apela à atividade física, já que os mais velhos “acabam por ir para os cafés e ficam ali sentados”. A “beleza da natureza, pureza e renovação do ar” foram também fatores tidos em causa. “O espaço verde é vital para uma cidade”, constata José Ribeiro Ferreira.            

Neste encontro da “Cátedra Sousa Fernandes”, foi salientada a dimensão histórica, artística e arquitetónica do Parque de Santa Cruz. A próxima sessão, que será em janeiro, vai centrar-se no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, a seguinte, em março, sobre a Mata Nacional do Choupal e para finalizar, em maio, vai ser acerca do Parque Verde do Mondego.

To Top