Cultura

Secção Filatélica da AAC é premiada em exposição internacional

Daniel Oliveira

Um dos blogues destacados é “inovador”, considera associado. Secção não tem planos para futuros eventos, mas prepara duas publicações. Por Daniel Oliveira

A Secção Filatélica da Associação Académica de Coimbra (SFAAC) arrecadou cinco prémios na Expo 2023 Cinisello, em Itália, que decorreu de 6 a 8 de outubro. José Cura, associado seccionista, refere que esta foi a primeira participação do grupo na exposição e considera que foi um “reconhecimento da aposta feita na literatura filatélica”.

Um dos projetos da SFAAC premiado foi a “Cábula Filatélica”, que levou a medalha de Prata Grande. A revista, que conta com 40 edições, é publicada uma vez por ano e “dá notícia das atividades da secção ou da filatelia em Coimbra”, explica José Cura. Acrescenta que é também um espaço para “dar voz” aos associados da secção, “com artigos sobre várias áreas da filatelia”.

Também foram galardoadas duas publicações digitais: os blogues da SFAAC e “Efemérides Filatélicas”. O primeiro foi distinguido com a medalha de Prata Grande, enquanto o último recebeu a medalha de Vermeil. Para José Cura, “Efemérides Filatélicas” é “um blogue inovador”, porque, todos os dias do ano, “pega em efemérides que são invocadas com um selo ou outra peça filatélica”. O seccionista desconhece outros trabalhos deste género.

A título individual, os seccionistas Mário Paiva e Américo Rebelo obtiveram a medalha de ouro pelos blogues “O Filatelista” e “Artigos de Filatelia”. Sabe-se que “O Filatelista” já tinha ganho este prémio em 2021. Na filatelia, as medalhas são distribuídas de acordo com um sistema de pontos, que vai de um a cem.

José Cura confessa que não está prevista a participação da SFAAC em exposições próximas. Explicita que estas são escassas a nível nacional e as internacionais “acarretam custos que a secção não consegue suportar”. Além disso, o associado admite que, na área da literatura filatélica, a secção tem “outras prioridades”.

Quanto a outros projetos, José Cura revela que estão a ser preparadas duas publicações na área da marcofilia, isto é, a coleção de carimbos. A primeira é um livro sobre carimbos estrangeiros, de mais de cem países, referentes a Portugal. Já a segunda é um catálogo de carimbos comemorativos portugueses, entre 2014 e 2023.

To Top