Ensino Superior

Lista G candidata-se ao Conselho Fiscal

Clara Neto

Candidatura pretende apostar na divulgação de documentos internos através da digitalização. Pilares assentam em informar, dialogar e ponderar. Por Clara Neto e Sofia Variz Pereira

David Cardoso, estudante do mestrado integrado em Ciências Farmacêuticas, é um dos candidatos ao primeiro contingente do Conselho Fiscal da Associação Académica de Coimbra (CF/AAC) e encabeça a lista G com o lema “Garantir o futuro da Académica”. As votações para o órgão vão decorrer no próximo dia 28 de fevereiro entre as 10 e as 19 horas.

Na ótica do candidato, a lista G demarca-se por querer “garantir o futuro e a estabilidade da AAC”, bem como “uma boa representação dos estudantes”. Os principais pilares desta candidatura passam por “informar todos os associados da atividade da academia”, pelo “diálogo de forma a adotar uma postura próxima com as estruturas” e, por último, “atuar sempre de forma prática e ponderada”, explica David Cardoso.

O estudante revela desejar a digitalização e publicação de todos os documentos internos para “facilitar a acessibilidade a todas as estruturas e estudantes que os procurem”. Quando questionado em relação a possíveis falhas do mandato atual, David Cardoso declara que

não pretende desenvolver o tópico, uma vez integrado no órgão, contudo adianta um “balanço positivo”. O cabeça-de-lista termina por indicar que os membros da candidatura não querem ser vistos como “polícias da zona”, mas sim atuar com uma “postura de prevenção de conflitos”.

O CF/AAC é constituído por dois contingentes e atua como órgão fiscalizador e de jurisdição da academia. O primeiro é composto por nove elementos associados efetivos da AAC, já o segundo é formado por dois membros associados seccionistas. A campanha eleitoral está a decorrer até dia 26 de fevereiro.

To Top