Cidade

Um Bairro unido com Centro no dinamismo

Fotografia gentilmente cedida por Jorge Vilas

Construção de espaço dinâmico e social junta moradores do Bairro. Angariar 34 mil euros até ao dia 12 de dezembro é o objetivo. Por Xavier Soares

“Pôr a Relvinha no centro! Com um Centro Social e Cultural no Bairro”. É este o ‘slogan’ da campanha de angariação de fundos, realizada pela mão da Cooperativa de Construção e Habitação Económica, Semearrelvinhas. A construção de um espaço de convívio e cultura para os jovens e idosos do Bairro da Relvinha é o grande propósito desta campanha.

É este o motivo por trás do ‘crowdfunding’ que leva os moradores do Bairro de Coimbra em parceria com a Cooperativa Semearrrelvinhas a manifestarem-se a favor da conclusão do Centro Social. O presidente da Cooperativa Semearrelvinhas, Jorge Vilas, afirma que “o objetivo é acabar uma sede que vai ser o futuro salão para onde se vão as pessoas”.

A falta de verbas tem sido um dos principais entraves à conclusão da obra. Contudo, a falta de meios financeiros não tem desviado o foco da Cooperativa a alcançar os objetivos, “que são um sonho de 40 anos”, admite Jorge Vilas.

O ‘crowdfunding’ organizado está ‘online’ desde o dia 14 de outubro. No comunicado oficial, a Cooperativa refere que “se cerca de 1100 pessoas doarem 30€ cada uma, o sonho de jovens e idosos do Bairro da Relvinha é concretizado. O objectivo é angariar 34.000 euros em 60 dias”. Com 16 dias passados, Jorge Vilas acredita que, apesar da boa recetividade que a campanha tem tido (já angariou 1129 euros de 26 apoiantes) podem não alcançar o propósito. “Não temos muita experiencia na divulgação através das redes sociais”, o que crê ser um problema.

Em 2003 saiu a ideia para este projeto. 16 anos depois, ainda não está concluído. O  presidente confessa, no entanto, que outro projeto está já em mente, embora possa  ser mais difícil de executar.

To Top