Cultura

Reportório abrangente da Orquestra Académica vai abrir Semana Cultural

Música de Zeca Afonso é “indispensável” num evento em que o tema é a identidade de Coimbra. Por Luís Almeida e Joana Campinho

De forma a dar início às comemorações da 19ª Semana Cultural da Universidade de Coimbra (UC), a Orquestra Académica da UC (OAUC) vai realizar um concerto de abertura. Este vai ter lugar amanhã, dia 1 de março, no Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV).

O maestro da OAUC, André Granjo, afirma que o evento “é uma aposta da reitoria num projeto em que esta acredita e, nesse sentido, é um reconhecimento e um desafio”. O presidente da Tuna Académica da UC (TAUC), Ricardo Peres, acrescenta que “faz sentido tendo em consideração o seu investimento na cultura”.

Em relação ao facto de a Semana Cultural abrir com este espetáculo, tanto o maestro como o presidente declaram que não existe pressão, ou, pelo menos, “não mais do que o habitual”. Garantem que o empenho é o mesmo “em qualquer contexto”. Apesar de ser um projeto recente, muitos dos membros pertencem à TAUC e, por isso, já têm uma certa experiência no que se refere a atuações. André Granjo acredita que a atuação da OAUC vai ter bastante adesão por parte da comunidade estudantil, assim como as restantes atividades da Semana Cultural.

O principal objetivo, para o maestro, é “que o público goste”. Assim, elaborou um programa variado que “vai desde a música erudita portuguesa à inglesa, passando por arranjos de canções de Zeca Afonso”. Refere ainda que “seria um crime descorar-se a música de Zeca Afonso ou de Adriano Correia de Oliveira, que continuam a dizer muito sobre nós, sendo esse o tema da Semana Cultural”.

Fotografia: Arquivo

To Top